OBAMA Recebe apóio de Líderes religiosos para a reforma da imigração   Leave a comment

O apelo do Presidente Obama, na quinta-feira, para o governo federal aprovar rapidamente a reforma da imigração foi apoiado pelos diversos e não favoráveis grupos de líderes religiosos.

Os pastores afro-americanos e hispânicos uniram forças, quarta-feira, na primeira de seu tipo de coalizão para apoiar a reforma de imigração abrangente. E na quinta-feira, líderes evangélicos brancos e conservativos, participaram do evento da American University no apoio ao primeiro maior discurso sobre a imigração do presidente.

O Rev. Bill Hybels, pastor sênior de 12.000 membros, da Willow Creek Community Church for the Chicago, introduziu o Presidente Obama que passou a chamar Republicanos e Democratas a trabalharem juntos na revisão do sistema de imigração falho do país.

“A questão agora é se nós iremos ter coragem e se a política irá passar o projeto de lei através do Congresso, para finalmente ter isso feito,” disse o presidente. “Eu estou pronto para seguir em frente, a maioria dos Democratas estão prontos para seguir adiante e eu acredito que a maioria dos Norte-americanos estão prontos para seguir adiante. Mas o fato é que sem o apoio bipartidário, como nós tivemos somente poucos anos, nós não podemos resolver esse problema.”

“A reforma que traz a responsabilidade para o nosso sistema de imigração de não pode passar sem votos republicanos,” disse ele, indiretamente, acusando os Republicanos de exploração da reforma de imigração abrangente.

Conservadores, os evangélicos brancos estão entre os maiores defensores do Partido Republicano. Mas vários dos membros mais proeminentes da comunidade evangélica estavam na platéia, quinta-feira, para apoiar o presidente e a reforma da imigração.

O reverendo Leith Anderson, presidente da Associação Nacional de Evangélicos e Dr. Richard Land, presidente da ética da Convenção Batista do Sul e Liberdade Religiosa da Comissão, estavam presentes.

Em maio, Anderson e Land estavam entre os conservadores, os evangélicos que subscreveram uma declaração pedindo a reforma da imigração, que incluiu uma via de ganhos para imigrantes não documentados já no país. Uma versão do anúncio da declaração correu no “Roll Call,” que é amplamente lido por membros do Congresso, urgindo os legisladores a assumirem o problema.

“Sejamos claros – um caminho ganho para a cidadania não é anistia,” alegaram os dirigentes na declaração, dirigindo-se à crítica popular. “Nós rejeitamos a anistia. E pedimos a aqueles que rotulam um caminho ganho para a cidadania como anistia para parar de politizar esse debate inútil e, honestamente, reconhecer a diferença.”

Pastores Afro-americanos e hispânicos também direcionaram as críticas – principalmente, aqueles imigrantes ilegais que estão tirando os empregos dos Norte-americanos negros pobres – enquanto na quarta-feira, publicamente, rejeitaram as reclamações da divisão da questão “preto-castanho.”

“Viemos juntos para dissipar os mitos feios sobre a divisão preto e marrom sobre a reforma da imigração,” disse Derrick Harkins, pastor sênior da Igreja Batista XIX Street em Washington, DC, e co-organizador da coligação. “Ao longo da nossa história, os imigrantes têm fortalecido o nosso país com seu trabalho árduo e empenho aos valores americanos.”

“Os imigrantes não estão tomando nossos postos de trabalho ou recursos públicos,” disse Harkins. “A realidade é que estamos unidos através de linhas étnicas e raciais. Não vamos vacilar em que perseguimos a justiça sobre esta questão dos direitos humanos dos nossos dias.”

A coligação Afro-americana e hispânica inclui Esperanza for America; Convenção Batista Nacional (National Baptist Convention), USA; Igreja Episcopal Metodista Africana (African Methodist Episcopal Church); e a Convenção Batista Nacional Progressiva (Progressive National Baptist Convention).

Há uma estimativa 11-12 milhões de imigrantes não documentados nos Estados Unidos.

Uma Pesquisa de Opinião recente CNN descobriu que 80 por cento dos Norte-americanos apóiam um programa que permite que imigrantes ilegais que já estão nos Estados Unidos, aplicar para a residência legal se eles têm um emprego e pagam impostos.

Fonte: Christian Post

Posted Julho 10, 2010 by gospelpost in Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: