FUTEBOL A Paixão do Brasileiro   Leave a comment

 

Não há como negar: o futebol é a paixão do brasileiro. Senão de todos, pelo menos da grande maioria. Até aqueles que dizem que não gostam do esporte, em épocas de copa do mundo, como agora, se pegam torcendo pela seleção. É difícil não ser contagiado.

Fiquei impressionado um dia desses, ao começar observar a animação do povo brasileiro (no qual me incluo) nos dias dos jogos do Brasil nesta copa do mundo! Em São Paulo, por exemplo, todos os ônibus da frota do transporte público foram colocados na rua nos dias dos jogos da seleção. O slogan da empresa responsável era: ”no que depender de nós, ninguém perde o jogo do Brasil. Todos estarão em casa na hora do jogo”.

Nas ruas da grande capital, desde a manhã, podia se sentir a adrenalina dos motoristas. De motoristas de ônibus, à motorista de carros de passeio, etc. Todos querendo resolver suas questões o mais breve possível para não perder um sequer minuto do jogo.  As empresas (a grande maioria) baixam suas portas. Nos bancos, o atendimento ocorre em horários diferenciados. O som das ?vuvuzelas?, bom?  Pode ser ouvido durante todo o dia! As pessoas se caracterizam: camisas, bandeiras, lenços, rostos pintados, etc. Nos momentos que antecedem a partida, vê-se no rosto da maioria, a apreensão. Enfim, a mobilização é geral. É contagiante. É emocionante. É bom ser brasileiro e torcer pelo Brasil.

Voltando para casa, num dia destes, me peguei pensando como seria, se os cristãos tivessem essa mesma vibração e energia com relação a Jesus? Assim como se transpira seleção nos dias da copa, se transpirássemos Jesus durante todos os nossos dias? Talvez influenciássemos mais. Talvez fizéssemos mais diferença. Mas, por que será que a maioria de nós já não vibra mais por Cristo? Já não o ama mais tanto como o amava quando o conhecemos?

Foi na igreja de Antioquia que os ”cristãos” foram chamados de ”cristãos” pela primeira vez (At 11:26). A palavra ”cristão” junta o sufixo em latim correspondente ao nosso ”ão” que significa ”aquele que pertence ao partido de”, com o nome grego Christós. Desta forma, ”cristão” é aquele que pertence ao partido de Cristo, isto se considerarmos o significado da palavra ao pé da letra. Este nome não foi dado aos cristãos pelos próprios cristãos. Foram os gentios de Antioquia quem fizeram isso, porque viam algo na vida destes crentes que os ligava ao Cristo. Algo neles fazia com que os gentios os olharem e enxergassem características do mestre da Galiléia em suas vidas. Aliás, desde o princípio os primeiros discípulos, com o seu testemunho, contavam com a simpatia do povo (At 2:47).

Por que eles impactavam tanto assim? Porque vibravam por Cristo! Transpiravam Cristo com suas vidas. Lembra como era a nossa relação com Jesus quando o recebemos como Senhor? Como era espetacular louvá-lo, falar dele aos outros? É desta vibração original que precisamos. Este amor contagiante, ardente. Foi este amor que a igreja de Éfeso havia perdido quando Jesus disse: Tenho contra ti, porém, o fato de que deixaste o teu primeiro amor (Ap 2:4).

Infelizmente, falta este amor para muitos. Ele precisa ser conservado. Diferente da empolgação do futebol, citada acima, que se vai com o fim da copa, nunca podemos perder a empolgação do início da fé. O povo brasileiro será bem melhor e mais feliz, quando Jesus for a maior paixão de todos nós. O que você tem feito para que isso ocorra?      

Pense nisso. E, por favor, continuemos torcendo pelo Brasil! Vamos lá seleção!

Posted Julho 4, 2010 by gospelpost in Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: